ouça agoraícone face twitter instagram

Programas da sociedade civil estreiam na programação da Frei Caneca FM em agosto

05.07.18 - 16H39
Proponentes da sociedade civil e equipe da Frei Caneca acerta detalhes para estreia de programas. Foto: Maíra Brandão

Em reunião realizada na quarta-feira (4) com os proponentes selecionados através dos dois editais de ocupação de grade da Frei Caneca FM foram acertados os detalhes para a estreia dos programas na emissora pública do Recife. A partir do dia 06 de agosto, de segunda a sexta-feira, das 20h às 21h, e durante os finais de semana, os ouvintes poderão acompanhar uma variedade de programas, em formatos diversos, abordando notícias, música popular, frevo, rock, cinema, tradição, diversidade, além da faixa infantil.

A programação da Frei Caneca FM passará a veicular, nas segunda-feiras, o programa Toca o Terror, com críticas, debates e comentários sobre as trilhas e tudo o que rola no mundo do cinema de horror. Nas terças, o jornalismo popular do Brasil de Fato Pernambuco trará contextualização dos últimos acontecimentos, entrevistas, reportagens especiais e quadros educativos. As quartas-feiras estarão reservadas para o Bate Antena, uma revista radiofônica que a cada edição apresentará um tema e um entrevistado diferente. Nas quintas-feiras, o Recife Lo-Fi, irá apresentar lançamentos e novidades da cena musical independente que sai direto dos estúdios caseiros. Pra terminar a semana, o Músicas de Sexta evidencia diversas vertentes da música alternativa e da cultura pop.

No final de semana, as manhãs começam com o programa Viola Caipira, às 7h30, com músicas do cancioneiro popular do interior do Brasil. No sábado, das 8h às 10h, a faixa infantil irá contemplar os pequenos ouvintes da rádio com contação de histórias, músicas, entrevistas e brincadeiras, com os programas Rádio Matraquinha, Palavras no Ar e Brincando e cantando nas ondas do rádio. Às 11h, o ouvinte ficará sabendo de dicas de lugares e coisas para se conhecer na cidade, no programa Recife a pé. Já nos domingos, a partir das 9h, o programa Samba de Latada traz entrevistas e músicas de artistas da música popular pernambucana. E ao meio dia, entra no ar o Frevo do Mundo - Frevo de Todo Mundo, que a cada edição apresentará frevos que inspiram e influenciam criações musicais de músicos e maestros.

Ao longo da programação, também serão veiculados os interprogramas Rádio na real, que fará uma leitura crítica da sociedade ao mesmo tempo em que desenvolve a formação cidadã de estudantes universitários e do ensino municipal do Recife, e Ganhando asas nas ondas do rádio, onde as pessoas com deficiência terão espaço para se expressar e serem representadas através de conteúdos que fortalecem a cidadania.

Além dos programas apresentados pela sociedade civil, desde a última quinta-feira, 28 de junho, a Frei Caneca FM está operando com programas próprios e microfones abertos. O Salada Pop vai ao ar de segunda a sexta, das 14h às 16h, com notícias, entrevistas e música, mesclando cidadania, direitos humanos e cultura. O Revista Difusora é um programa de variedades que vai ao ar de segunda a sexta, das 16h às 19h, com músicas, entrevistas e agenda cultural da cidade.

Também já estão na grade o Batucada, veiculado aos domingos, das 10h ao meio-dia, reunindo artistas consagrados do samba e novos talentos de Pernambuco e do Brasil. A Agenda Cultural do Recife, que desde 1995 presta um serviço fundamental, divulgando as ações e projetos culturais da cidade, ganhou três inserções na semana, na Frei Caneca FM. A coluna Papo de Artista tem entrevistas com representantes das diversas linguagens artísticas e gerações, e o Circulando, apresenta dicas e comentários sobre a cena cultural do Recife.

Editais - Os primeiros editais realizados pela Frei Caneca FM receberam inscrições entre os dias 8 de janeiro e 9 de março deste ano. O edital de Ocupação de Grade de Programação recebeu 17 propostas de programas, das quais 12 foram selecionadas. Já o edital de Interprogramas, voltado para o público universitário, recebeu 2 propostas com temáticas de Fortalecimento dos Direitos Humanos e Fortalecimento da Cidadania. Os dois foram aprovados. Dentre os aspectos avaliados estiveram inovação técnica, adequação ao público, aspectos sonoros e afinidade com as diretrizes da emissora.